Divórcios Podem Ser Duros
Nós Também Somos

Se a sua família deixou de ser uma caixa de chocolates, fale conosco...

Você Precisa da Nossa AJuda?

Você é nossa família e nós o ajudaremos como ajudamos nossos próprios familiares.

 

Isso significa ter seus melhores interesses enquanto negociamos, comprometemos, acertamos ou resolvemos sua questão no Tribunal, se necessário. A separação é desgastante, emocional e financeiramente. Mas, o nosso compromisso, é fazer o melhor para não agravar a sua situação e da sua família.

 

Preferimos comunicar, negociar e chegar a uma solução amigável da qual você se orgulhará para o resto da sua vida.

 

Esperamos ter a oportunidade de abordar o seu caso e as possíveis soluções, mesmo que acabe por não nos contratar. Não pedimos que você nos escolha. Pedimos que você escolha o advogado certo. Se somos nós ou outra pessoa é irrelevante. Nós o convidamos a consultar alguns advogados de família antes de escolher com quem você se conecta melhor.

Dúvidas Comuns Sobre Divórcio

O que é divórcio?
É o processo pelo qual se coloca fim ao casamento. Na União Estável, chamamos de "dissolução".

 

 

Preciso separar primeiro?
Não. Você pode se divorciar mesmo sem que tenha se separado, ou mesmo saído de casa.


Preciso contratar advogado?
Sim! Mesmo que seja consensual, é necessário ser assistido por advogado.

O advogado também o aconselhará para garantir a você e sua família a melhor solução possível para passar por esse difícil momento, do ponto de vista emocional, mas também em relação ao seu patrimônio e seus direitos em relação aos filhos.


Posso me divorciar no cartório?
Sim, exceto se o casal tiver filhos menores, se não houver acordo sobre o divórcio ou se a mulher for gestante.


O que mais é discutido nesse processo?
Cada caso tem a sua particularidade. No processo de divórcio, consensual ou não, são discutidas as questões sobre a partilha de bens, guarda dos filhos, direito à pensão alimentícia e direito à convivência (visitas). 
Em alguns casos, por exemplo, pode não haver partilha no mesmo momento do divórcio, sendo realizada posteriormente.